Powered by Blogger.
RSS

Experiência



Experimente...
                          |_
                             |_
                                |_
                                   |_
                                       ~~~~ Sair de casa mais cedo.
                                            Chegar a casa mais tarde. 

Contar as estrelas à noite. Olhar para a lua e imaginar-se lá. A olhar o imenso. A sentir-se imenso. ~~~~

~~~~ Fechar os olhos e sentir os raios de sol a aquecer o rosto. O vento a brincar com os cabelos. A chuva a refrescar com a pele.

Virar na próxima saída e ir ouvir o mar. Falar com ele. Tirar os sapatos e andar na areia. Mesmo que seja inverno. Especialmente se for inverno. ~~~~

~~~~ Conversar em dias vazios com sua criança interior. Fazer caretas , pular muretas. 

~~~~ Aspirar o que de bom restar após a  conclusão
Soprar as cinzas que ferem o coração 

Espargir sementes de solidariedade
Tingir o mundo com prosa poética  e igualdade. ~~~~

~~~~ Fugir do comum ~~~~

~~~~ Contar estrelas, olhar a lua , sentir o sol, o vento  a chuva e a areia.
Ouvir o mar e a criança interior

Espalhar solidariedade , prosa poética e igualdade. ~~~~

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

7 comments:

Isa Lisboa said...

Clau, obrigada pelas luzes que acendeu nessa experiência!!!!!!!!!!!!! :)
Um beijinho

Claudiane Ferreira de Souza da Silva said...

Isa, obrigada por ter me dado a oportunidade de acendê-las contigo. Bjs.

Sun Torres said...

Senti-me confortada ao mergulhar em tão doces e lindas palavras!
Parabéns às duas!
Beijos e que jamais esqueçamos de viver momentos inesquecíveis e saudáveis para eu, tu, nós todos e o mundo!

Maristela Ormond said...

Que lindo! Pude sentir o mar, as estrelas, o sol a aquecer-me. Coisa melhor não há. Adorei a experiência. Beijos,

Dulce Morais said...

Espalhar felicidade e oferecer equilíbrio. Olhar o vento de cada palavra acariciar a alma e sentir a magia de cada onda da vossa prosa poética...

Mosqueteiras, ficou perfeito!!!!
Adorei!
Beijinhos!

maria claudete ferreira herculano batista said...

É o próprio Deus que se revela no esplendor da natureza da qual somos parte esta tomada de consciência nos humaniza e nos insere na nossa porção de criaturas divinas. Amei!

soninha cidreira said...

vou experimentar...

Post a Comment

Publicações populares